Buscar

quinta-feira, 31 de maio de 2012

Moradias para a população


 
Por Tathiana Gama/ Ascom PMS
Fotos Levi Oliveira


Seropédica realiza audiência de esclarecimento do programa
Minha Casa, Minha Vida


O prefeito de Seropédica Alcir Fernando Martinazzo participou nesta quinta-feira (31) da 1ª Reunião de esclarecimento da Caixa Econômica Federal sobre o Projeto Minha Casa, Minha Vida, realizada no Seropédica Atlético Clube voltada a elucidar dúvidas dos cadastrados a respeito da seleção e sorteio das casas.

O Programa Minha Casa Minha Vida construiu 646 unidades habitacionais em Seropédica, para famílias com renda de 0 a 3 salários mínimos. Trata-se do 1º empreendimento para essa faixa de renda da superintendência regional.

Durante a Audiência Fernando Rabello, superintendente Regional da Caixa Econômica Federal, que abrange todo o Sul Fluminense e mais algumas cidades da região Metropolitana, afirmou que o convênio assinado entre a Caixa, a SETA Construtora e a prefeitura local garantiu que as casas fossem construídas de acordo com as especificações do programa: dois quartos, sala, cozinha e banheiro, num prazo de 18 meses e custarão R$ 45 mil cada. “As famílias pagarão prestação de no mínimo R$ 50 e no máximo 10% da renda familiar, durante o prazo de financiamento, que é de 120 meses”, explicou Rabello.

Martinazzo declarou que o Governo Municipal não mediu esforços para acompanhar e ajudar a Caixa Econômica Federal na luta para garantir moradia com dignidade para quem realmente precisa. “Já estamos planejando a construção de uma creche, uma escola e um posto de saúde para esta nova comunidade que irá surgir através deste empreendimento”, afirmou.

O prefeito afirmou ainda que a questão habitacional deve ter o mesmo peso para a governança, como o tem a alimentação, a saúde e o saneamento básico. “Concluir que a população está bem abrigada, significa bem dignificada, bem protegida e longe de mazelas e doenças. Garantir abrigo é antes de tudo promover a justiça social”, declarou Martinazzo.

O total de investimento para a construção do Condomínio Residencial das Acácias, constituído de 327 casas residenciais e do Condomínio Residencial Parque das Flores, composto por 319 unidades, será de mais de R$ 29 milhões, com recursos oriundos do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR), destinado à população alvo definida no âmbito do programa.

O superintendente regional comentou o papel fundamental da prefeitura no Minha Casa, Minha Vida, tanto no cadastramento e seleção das famílias que serão beneficiadas, como nos incentivos fiscais que viabilizam a concretização do Programa. “Tanto esta Audiência como as outras que serão organizadas coroam o trabalho, a dedicação e a crença no empreendimento e no que ele representa para a comunidade e para a Caixa. O sonho da casa própria é sem dúvida o maior da população brasileira e nós da Caixa, devemos nos orgulhar da nossa contribuição para tornar isso uma realidade”, finalizou.

O “Minha Casa, Minha Vida” é uma iniciativa do Ministério das Cidades e tem como meta a construção de 1 milhão de moradias para famílias com renda de até 10 salários mínimos, em parceria com estados, municípios e iniciativa privada. Além de viabilizar a casa própria para famílias de baixa renda, o programa pretende impulsionar a economia, gerar empregos e trazer reflexos positivos para toda a sociedade.

Participaram do evento o vereador Paulo Cesar, a secretária de Ação Social, Direitos Humanos, Trabalho e Renda Patrícia Amaral, o secretário de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável Wilson Beserra, a subsecretária de Habitação Aurea Carneiro, a subsecretária de Gestão e Captação de Recursos Tania Melo e o secretário Executivo David Maciel.
  




Martinazzo vistoria obras em Seropédica


Por Tathiana Gama/ Ascom PMS
Fotos Levi Oliveira


 
No que depender do prefeito Alcir Fernando Martinazzo as ruas de Seropédica vão continuar recebendo o devido tratamento para acabar com os buracos e com a lama em dias chuva e como promessa de campanha é para ser cumprida, o Chefe do Executivo determinou atenção especial para ruas de vários Bairros da cidade.

Um dos locais contemplados foram as Ruas Jose Honestério Moreira, localizada no Bairro Fazenda Caxias, a comunidade Cidade Alta, localizada no Centro do município, a Rua Projetada e a Rua 92, as duas localizadas no Bairro Vale do Ipê, que vem recebendo a atenção da prefeitura através de serviços asfaltamento, trocas de manilhas e terraplanagem.

As obras beneficiam diretamente moradores, alunos e comerciantes que sofriam com problemas na rede de esgoto, lama, entre outros. As melhorias vão garantir maior tranquilidade e qualidade de vida para as famílias que durante anos lutaram contra os problemas causados pelas águas das chuvas e entupimentos na rede de esgoto.

Na oportunidade, o prefeito conversou com os moradores, caminhou pelas ruas que estão sendo trabalhadas, ouviu as demandas da população e conheceu de perto as necessidades das localidades.

As questões do saneamento básico foram muito discutidas entre a população e o prefeito. Martinazzo, afirma que o saneamento básico é uma das prioridades de seu governo, pois entende que o tema está ligado também a questões de saúde.

Roberto Galvão, morador da Rua Jose Honestério Moreira, localizada no Bairro Fazenda Caxias, acredita que a obra veio em um ótimo momento, pois como cadeirante sofria sempre que tina que sair de casa. “Há muito tempo que esta rua precisava de atenção da prefeitura, mas agora foi feito um serviço com qualidade, e eu posso sair com mais autonomia”, conta Roberto.

No Vale do Ipê, Martinazzo andou pelas Ruas, conversou com moradores, trabalhadores e fiscalizou os serviços realizados neste Bairro no qual a população tanto solicitava atenção. “Nós aqui sofríamos com o vale de lama que a Rua se transformava quando chovia, agora cremos que o problema não voltará a ocorrer”, disse Maria das Dores.

A moradora da Cidade Alta, Rosilene Flora, afirmou que a obra trará benefícios para a comunidade, uma vez que as manilhas que existiam no local eram muito estreitas e viviam com problemas de entupimento. “As manilhas que haviam aqui eram muito estreitas e nós sofríamos com problemas de entupimento, agora com estas manilhas maiores nós esperamos não ter mais este problema”, declarou Rosilene.


quarta-feira, 30 de maio de 2012

Cartilha de acessibilidade é lançada em Seropédica


Por Tathiana Gama/ Ascom PMS
Fotos Levi Oliveira


Portadores de necessidades especiais, pessoas da terceira idade e aquelas que estiverem momentaneamente com problemas de mobilidade serão beneficiadas na cidade. Seropédica acaba de lançar a cartilha para mobilidade urbana. O projeto é da Secretaria Municipal de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável em parceria com aFederação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) e da Associação Brasileira de Cimento Portland (ABCP). E foi apresentado nesta terça-feira (29) no Auditório da Associação Comercial Industrial e Agropastoril de Seropédica (ACIAPS).

A cartilha trata-se de um guia a ser seguido pelo poder público, empresários e moradores que forem fazer mudanças em suas calçadas. Segundo o secretário Executivo Davi Maciel, que participou da reunião representando o prefeito Alcir Fernando Martinazzo, afirmou que a próxima etapa é criar um projeto de lei de padronização das calçadas para ser enviado à Câmara de Vereadores. “Com a lei, todos terão que seguir as recomendações da cartilha. É importante que as calçadas sigam as normas que permitam a todos utilizarem com segurança, principalmente os que possuem dificuldades de se movimentarem”, disse.

Segundo o arquiteto Alessandro Clementino, a cartilha permitirá também que a Prefeitura busque recursos junto aos órgãos públicos federais para fazer essas mudanças necessárias na cidade. “Com a cartilha e a aprovação da lei, Seropédica poderá requisitar do Ministério das Cidades fomento para obras que tornem as calçadas da cidade acessíveis a todos”, informou.

Alessandro enfatizou a importância do projeto não só para pessoas com deficiências, mas também para aquelas com dificuldade momentânea de se locomover. “A gente quer mais estrutura. Queremos mostrar à população que é possível. Muitas pessoas não conseguem ir ao posto de saúde, bancos, mercados porque não tem o acesso correto. Algumas não têm autonomia para se locomover. O projeto não é apenas para as pessoas com deficiência, mas também para idosos, cadeirantes, carrinhos de bebê, e outros”, destacou.

De acordo com Luiz Gustavo Guimarães, representante da ABCP, a prefeitura está de parabéns. Muito bom o que está na cartilha e no projeto. “O pessoal focou, estão acreditando, pois é um instrumento legal para a cidade”, declarou.



Projeto "O Profissional do Futuro”



Por Tathiana Gama/ Ascom PMS
Fotos Divulgação


Alunas de Seropédica visitam fábrica da Niely

A Representação Regional da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (FIRJAN) em Nova Iguaçu desenvolve o projeto Profissional do Futuro, que começou em agosto de 2002. A proposta é criar oportunidades aos jovens estudantes para conhecerem diversas profissões na área industrial e, posteriormente, despertar em todos a identificação com algumas delas.

De acordo com a coordenadora de Projetos e Programas da Secretaria Municipal de Educação (SME) de Seropédica, Alessandra Moreira Caldeira Rodrigues os critérios de seleção dos estudantes ficam a cargo das Secretarias de Educação e, ao final de cada visitação, o jovem estudante terá o prazo de dez dias, a contar da data da visita, para entregar a redação. “No final do ano uma comissão julgadora que é formada por representantes técnicos do Sistema FIRJAN e por um jornalista convidado, selecionará a melhor redação de toda a baixada fluminense ”, disse Alessandra.

No último dia 23 as alunas Adrielle Ramos de Oliveira Mello e Beatriz Marchiore de Souza, da turma do 8º ano da Escola Municipal Valtair Gabi, visitaram a empresa Niely, responsável pelas marcas Niely Gold, Permanente Afro e Cor & Ton. Participaram desta visita alunos do Município de Seropédica, Mangaratiba, Nova Iguaçu, Itaguaí e Queimados. A FIRJAN realiza este Projeto nas escolas dos municípios com a finalidade de informar os alunos sobre as atividades realizadas nas Empresas, visando a formação profissional futura dos participantes.

Fundada por Daniel de Jesus, na cidade de Nova Iguaçu, a empresa abriga mais de dois mil funcionários, que trabalham no desenvolvimento de coleções de ótima qualidade.



Alunos da em Pastor Gerson Ferreira da Costa realizam primeira colheita da horta escolar


  
Por Tathiana Gama/ Ascom PMS
Fotos Tathiana Gama


Nessa etapa eles colheram e trabalharam a temática da Rúcula, estudaram a composição, todos os valores nutritivos, vitaminas e benefícios em se alimentar com a hortaliça.

Desde que foi aplicado o Projeto Semeando Educação, as escolas e Centro Municipal de Educação Infantil vêm trabalhando com a dinâmica de hortaliças com os alunos. Agora foi a vez das crianças Escola Municipal Pastor Gerson Ferreira da Costa, realizar a primeira colheita da horta.

Nessa etapa eles colheram e trabalharam a temática da Rúcula, estudaram a composição, todos os valores nutritivos, vitaminas e benefícios em se alimentar com a hortaliça. Para as coordenadoras do projeto Edilene Araújo,Luiza Aparecida Santos construir uma horta, significa produzir alimentos de uma forma saudável, sem defensivos agrícolas contra pragas, além de enriquecer os conhecimentos dos alunos. “O principal objetivo do Projeto Semeando Educação é trazer a mesa das escolas e CMEI’s, um banquete saudável para alimentação das crianças através do aprendizado”, declarou Edilene.

Segundo a Secretária de Educação Lúcia Martinazzo, o verdadeiro objetivo é fazer com que os alunos, pais e professores se envolvam com a idéia da possibilidade e facilidade de se ter uma horta em casa. “O objetivo é que toda a produção seja voltada aos alunos e familiares. O sucesso do projeto residirá no quanto a escola conseguirá trazer junto as famílias, pois esta proximidade será benéfica ao desenvolvimento das crianças, porque envolve igualmente os professores e a estes facilita a interação com os pais, foco de interesse constante dos educadores”, concluiu a secretária.

Os alunos, desde os da Educação Infantil aos que estão nos últimos anos do Ensino Fundamental, acompanham, brincam, estudam e ajudam, desde o preparo do solo, plantação, cuidados durante o crescimento, colheita e cuidados de preparo.

Além do conhecimento adquirido os alunos vêem os resultados na alimentação que é oferecida na escola. Os frutos do trabalho com a terra. “A primeira safra retirada da horta foi direta para a cozinha da escola, para ser saboreada no almoço da turminha”, disse. “Eu gosto de plantar, porque saber que nós estamos comendo aquilo que nós plantamos é muito bonito”, completou Jonatan Machado Nascimento, 10 anos aluno da 3ª série.

Além da rúcula, a horta escolar da EM Pastor Gerson Ferreira da Costa também planta alface, chicória, couve, beterraba, cenoura, coentro, espinafre, salsinha, cebolinha e berinjela.



Alunos aprovam horta escolar e em casa

A elas estão sendo ensinadas as técnicas de adubação, plantio, replantio, conservação, manuseio e colheita.

Vagner da Silva Oliveira, 11 anos, aluno da 3ª série, diz que é muito legal ter uma horta na escola e que levou a idéia para casa, onde planta e cuida da horta com a ajuda dos pais e da irmã. “Lá em casa também tenho uma horta, só não deixo os cachorros chegarem perto”, disse Vagner.




Prefeitura de Seropédica investe na formação continuada da equipe de nutrição e alimentação escolar



 
Por Tathiana Gama/ Ascom PMS
Fotos Divulgação


A Prefeitura Municipal de Seropédica, através da equipe de nutrição da Secretaria Municipal de Educação (SME) participou do 8º Fórum Nacional de Alimentação Escolar organizado pela FENERC (Federação Nacional das Empresas de Refeições Coletivas) nos dias 24 e 25 de maio em São Paulo. Representando a Secretaria de Educação, Maria Helena Tunala, diretora do Setor de Nutrição e Alimentação Escolar e sua equipe voltaram deste evento ímpar com grandes expectativas e trazendo na bagagem muitas novidades para serem incrementadas na nossa rede. “A 8ª. edição do evento apresenta diversas propostas e debates para entender a obesidade infanto-juvenil e apontar ferramentais e estratégias buscando vitalidade positiva. Os vários temas discutidos nas palestras e oficinas focam a obesidade”, disse Maria Helena.

Entre os vários assuntos relacionados ao tema central, o 8º Fórum abordou Tendências e Inovações em Alimentação Escolar; Educação Nutricional e a Consolidação do Hábito Alimentar na Idade Escolar; Importância do Agronegócio na Alimentação Escolar; Conceito de Wellness Food; Orgânicos; Boas Práticas na Alimentação Escolar e Sal; Vitaminas e Novos Nutrientes: Propostas para a Contenção da Obesidade Infanto-Juvenil Endêmica, A Política Pública da Agricultura Familiar na Merenda Escolar, O Papel do Nutricionista como Responsável Técnico do PNAE, a Atuação do CAE (Conselho de Alimentação Escolar) no município, entre outros.

Durante o Fórum foram levantadas discussões nos diversos segmentos da Alimentação Escolar que resultaram numa Carta Magma que será encaminhada ao FNDE na esperança de dar contribuições para ao Programa Nacional de Alimentação Escolar- PNAE.
As oficinas culinárias foram elaboradas pela Fundação Mokiti Okada, uma instituição sem fins lucrativos, com atuação em todo o território nacional que cria e desenvolve projetos e atividades objetivando a formação de seres humanos comprometidos com a concretização de um mundo espiritual e materialmente evoluídos.

O 8º Fórum foi realizado no Centro de Convenções Rebouças São Paulo (SP).



segunda-feira, 28 de maio de 2012

Governo do Estado doa 17 viaturas à Seropédica


Por Tathiana Gama/ Ascom PMS
Fotos Levi Oliveira



O Governo do Estado do Rio de Janeiro doou à Prefeitura de Seropédica nesta segunda-feira (28), 17 viaturas que serão incorporadas à frota municipal para colaborar nas atividades desempenhadas pela Defesa Civil e Guarda Municipal. A cerimônia de entrega foi realizada no Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (CFAP), em Sulacap, zona oeste do Rio e contou com a presença do prefeito Alcir Fernando Martinazzo e de alguns de seus secretários.
As viaturas cedidas, que pertenciam à Polícia Militar, são 14 Gols e três Blazers, que foram reformadas antes de serem entregues. Elas estão equipadas com giroscópio e sirene e serão caracterizadas com logomarca do município.
Representando o governador Sérgio Cabral e o vice-governador Luiz Fernando Pezão, o Comandante Geral da Corporação Jardel Costa Filho destacou a importância dessa ação e realizou a entrega das chaves das viaturas. “Antes, as prefeituras recebiam ônibus e veículos velhos. Hoje, entregamos viaturas praticamente novas, o que prova que valorizamos as cidades”, destacou, acrescentando que a doação faz parte de um processo de renovação da frota da PM, que começou há três anos com a substituição dos carros antigos, cuja manutenção era feita pelos próprios batalhões. Segundo o Comandante Geral, os carros da primeira troca da frota da PM são os que hoje estão sendo doados às guardas e defesas civis municipais.

O prefeito Martinazzo destacou que as viaturas vieram em excelente momento e serão muito bem utilizadas pela máquina pública. "Com essa entrega dos carros o Estado contribui para fortalecer a segurança dos municípios e em Seropédica esses veículos vão reforçar a nossa política nessa área. Também ajudarão a atender à demanda que o próprio crescimento impõe", declarou.

A Secretaria Municipal de Segurança será beneficiada com 14 veículos que serão destinados como prioridade para o serviço de ronda escolar, além de colaborar na segurança da cidade e no trabalho de fiscalização do meio ambiente. “Foi um ganho enorme para a cidade. Atendíamos a todo município com poucas viaturas. Agora, esses carros permitirão reforçar ações de patrulhamento escolar e melhorar a distribuição estratégica nas ruas”, explicou o secretário municipal de Segurança, Dione Vidal.

Já a Defesa Civil municipal será beneficiada com três carros Blazers. Segundo o coordenador de Defesa Civil, Major Cerbino, o órgão poderá intensificar a atuação na cidade. "As viaturas ficarão na secretaria, uma para colaborar no trabalho de rotina, como corte de árvores e retirada de enxame de abelhas”, destacou o Major.

Além de Seropédica, outros nove municípios também foram beneficiados, tais como Belford Roxo, Duque de Caxias, Guapimirim, Japeri, Mesquita.




II Cavalgada Ambiental marca a semana do meio ambiente



Por Tathiana Gama/ Ascom PMS
Fotos Levi Oliveira


Diversas atividades foram realizadas na Praça Nildo Romano e na antiga área da Expo


Neste domingo (27), a Prefeitura Municipal de Seropédica, através da Secretaria de Ambiente e Agronegócios realizou a II Cavalgada Ambiental que partiu da Praça Nildo Romano em direção a antiga área da Expo. Aproximadamente 100 cavaleiros participaram da cavalgada que contou ainda com exibição de aeromodelismo, provas de tambor, de laço e distribuição de mudas de espécies da Mata Atlântica.

O Secretário de Ambiente e Agronegócios, Ademar Quintella, fala sobre a II Cavalgada Ambiental e a importância de se trabalhar o tema em todos os meios sociais. “Atividades que envolvem o esporte diretamente beneficiam a saúde e o meio ambiente. Por isso, desenvolvemos a cavalgada e a exibição de aeromodelismo, que são esportes que interagem o tempo todo com o meio ambiente, o nosso objetivo é promover competições esportivas nas quais também podemos abordar as questões ambientais, além de incentivarmos o plantio de árvores através da distribuição de mudas”, explicou.
Quintella explica que as ações comemorativas visam principalmente promover a educação ambiental e sensibilizar a população do município sobre o uso correto dos recursos naturais e a importância de se preservar fontes de água e áreas verdes, com as atitudes simples do dia a dia.

O prefeito Alcir Fernando Martinazzo alerta que atitudes simples podem ajudar a preservar a natureza e falou sobre a importância de denunciar crimes ambientais a Secretaria de Ambiente e Agronegócios. “A semana do Meio Ambiente é um dos principais eventos desenvolvidos pela Secretaria de Ambiente e Agronegócios e procura integrar educação ambiental a população. Toda a programação é elaborada com foco em educação ambiental que é a base de conscientização, para que possamos contribuir com um ambiente cada vez melhor e com qualidade de vida”, disse Martinazzo.