Buscar

Carregando...

sexta-feira, 23 de março de 2012

Seropédica terá nova fábrica da P&G









Por Tathiana Gama
Foto Carlos Magno/IOERJ


Investimentos de R$ 150 milhões

Embalada no ritmo de crescimento cada vez mais acelerado da região, a Prefeitura de Seropédica mantém os esforços para que o município continue recebendo empresas.
Saindo na frente a Procter & Gamble, fabricante de diversos produtos, desde alimentos a linhas de higiene, confirmou recentemente a abertura de uma nova fábrica na cidade. A unidade será instalada em Seropédica que faz parte da área de influência do Porto de Itaguaí e receberá mais de 200 postos de trabalho.

De acordo com a empresa, as obras da nova fábrica em Seropédica serão iniciadas nos próximos dias e as instalações ficarão prontas ainda este ano. Os investimentos estão estimados em R$ 150 milhões, porém a P&G não informou o que será produzido na nova unidade industrial. A empresa fatura cerca de R$ 1 bilhão por ano, e com os novos investimentos, estima que esse caixa chegue a R$ 1,5 bilhão.

Tarek Farahat, presidente da P&G Brasil declarou que a escolha pela cidade se deve a sua boa localização geográfica, com acesso direto a várias rodovias estaduais e federais. “A unidade de Seropédica será a sexta unidade industrial da P&G no Brasil, a escolha pela cidade se deve a sua proximidade com o Arco Metropolitano e o Porto de Itaguaí”, disse Farahat.

De acordo com Martinazzo o projeto de industrialização de Seropédica e a geração de empregos estão sendo sinalizadas com a instalação de indústrias na cidade, algumas já instaladas como a Votorantin, a Panco e a Usina Termelétrica Eletrobolt (UTE) Barbosa Lima Sobrinho, outras em processo de instalação como a Coquepar (Companhia de Coque Calcinado de Petróleo S.A.). Seropédica passa por um momento de transformação econômica onde surgem oportunidades para os diversos setores da economia em especial o setor da construção civil, logística e comercio e a P&G vem para confirmar isso”, declarou o prefeito Alcir Fernando Martinazzo.

Ao falar sobre a necessidade de ampliar as unidades de Itatiaia e Queimados, Farahat explicou que o centro de distribuição de Itatiaia, inaugurado em junho do ano passado, já precisa ser ampliado e o de Queimados também. “A estrutura industrial da Procter & Gamble brasileira está sendo reforçada para poder dar conta da previsão de crescimento da empresa E a necessidade detas ampliações caracteriza o crescimento da empresa no país”, destacou Farahat.

Para o prefeito Martinazzo, esta iniciativa representa a continuidade do desenvolvimento econômico da cidade e o resultado positivo do governo. “A construção da unidade da multinacional P&G em Seropédica marca o início do desenvolvimento econômico da cidade. É um saldo para a empresa e para o município. Iremos criar mais oportunidades de emprego e geração de renda”, exaltou Martinazzo.



Vias que cortam Seropédica e fazem a ligação da cidade com outras

Seropédica está propicia a se tornar um pólo logístico pois se localiza a poucos quilômetros do Porto de Itaguaí, e é cortada de leste a oeste pela Rodovia Presidente Dutra, alcançando respectivamente, Queimados e Paracambi. O município também é atendido pela BR-465, antigo da Rio / São Paulo, alcançando a BR 116, Rodovia Presidente Dutra, ao norte, e Nova Iguaçu, a leste chegando a Avenida Brasil, na altura do Bairro de Campo Grande. A RJ 099 liga a cidade a Itagua´pi, ao sul e a RJ 125 acessa Japeri, ao norte. O município é, ainda, atravessado de norte a sul pelo ramal ferroviário Japeri-Mangaratiba. O Arco Rodoviário do Rio de Janeiro fará a ligação do Porto de Itaguaí à BR 101, em Itaboraí.


Coquepar começará a operar em Seropédica em meados de 2012

A Companhia de Coque Calcinado de Petróleo S.A. (Coquepar) decidiu que a conjuntura já é favorável à retomada do seu projeto de construir duas fábricas, cada uma com capacidade para produzir 350 mil toneladas anuais, no Rio de Janeiro e no Paraná, com investimentos totais de aproximadamente R$ 1 bilhão – R$ 500 milhões cada. A fábrica de Seropédica começa a ser construída ainda este ano e tem operação prevista para meados de 2012.
A nova fábrica ficará instalada em um terreno próximo à rodovia Presidente Dutra (Rio-São Paulo) e à margem do traçado do futuro Arco Rodoviário do Rio.

A direção da Coquepar estima que a planta de Seropédica vá gerar por ano cerca de US$ 130 milhões em receita de exportação. A fábrica produzirá 36 MW de energia com os gases gerados pela calcinação (queima) do coque e venderá ao mercado.



Nenhum comentário:

Postar um comentário